China Russia Alemanha Espanha Franca Inglaterra Dinamarca Portugal

Autarquia atribuiu bolsas de estudo a 31 alunos

Adicionada: 11 de Abril 2017

Mini_0

Tal como vem sendo habitual desde o ano 2011, a Câmara Municipal de Mesão Frio voltou a atribuir bolsas de estudo aos alunos economicamente carenciados, com aproveitamento escolar, residentes no concelho e matriculados num estabelecimento de ensino superior ou técnico-profissional. 31 alunos foram presenteados com as suas bolsas de estudo, numa cerimónia solene que decorreu no dia 8 de abril, no Salão Nobre da Câmara Municipal. Os jovens receberam bolsas monetárias nos valores de 250 e 500 euros, atribuídas pelos serviços do Gabinete de Ação Social da autarquia, tendo sempre como base, uma análise criteriosa e rigorosa das suas candidaturas. O presidente da Câmara Municipal, o vice-presidente da autarquia, a Vereadora da educação, O Secretário da Assembleia Municipal e os presidentes das Juntas de freguesia procederam à entrega das bolsas, numa cerimónia onde compareceram também, a diretora do Agrupamento de Escolas Prof. António da Natividade, a presidente da associação de pais, alunos, pais e encarregados de educação, entre outros representantes das entidades locais. Alberto Pereira, presidente da Câmara Municipal de Mesão Frio, agradeceu a presença de todos, referindo que “é sempre um momento de particular importância, porque com este ato singelo, estamos a incentivar e a contribuir para que os alunos possam seguir o seu percurso académico”. O autarca aproveitou também o momento para manifestar a sua enorme satisfação com os sucessos alcançados, quer ao nível da gestão autárquica, quer na área educativa: “Há cada vez mais estudantes universitários no concelho de Mesão Frio e o nosso agrupamento de escolas, em 10 anos, foi o que mais baixou a taxa de retenção e abandono escolar”, disse, orgulhosamente. A estratégia delineada pelo atual executivo e que tem servido de modelo, este ano abrangeu um maior número de estudantes, atendendo que, pela primeira vez, nos últimos 20 anos, o municípo de Mesão Frio está abaixo do seu limite de endividamento. A partir de setembro, os alunos residentes no concelho, comprovadamente carenciados e com aproveitamento escolar, podem voltar a candidatar-se a uma nova bolsa de estudo. Para isso, têm de estar matriculados e inscritos num estabelecimento de ensino superior ou técnico-profissional e dirigirem-se aos serviços de ação social da autarquia, para efetuarem a sua candidatura. Recorde-se que a autarquia de Mesão Frio foi uma das primeiras do país, a atribuir bolsas de estudo aos estudantes economicamente carenciados.


Imagens associadas:

Mini_1
Mini_2
Mini_3
Mini_4


Newsletter

Fique a par de todas as novidades. Subrescreva a nossa newsletter.